in

IMC – Índice de massa corporal

Descubra tudo o que você precisa saber sobre IMC

IMC - Índice de Massa Corporal

Se você está na luta para tentar emagrecer, está muito magro e precisa engordar, ou apenas quer saber se está dentro do seu peso ideal para saber se está saudável, certamente já ouviu falar na sigla IMC(Índice de Massa Corporal). Mas você sabe o que significa isso e o por quê de ser tão importante?

Seja em uma visita ao nutricionista, uma avaliação física de uma academia, ou qualquer outra avaliação de envolva esforços físicos, uma das principais indicadores que serão medidos é o seu IMC. Nesse artigo falaremos sobre tudo o que você deve saber sobre IMC.

  • O que é?
  • Como é calculado?
  • Como é avaliado o resultado do cálculo do IMC?
  • Como regular o seu IMC?
  • Quando desconsiderar o cálculo do IMC?
  • Por que o IMC é tão importante?

Entre muitas outras informações a cerca dessa medida que pode ser muito importante para a sua saúde e vai ter ajudar a estar sempre dentro do peso considerado ideal para você.

O que é IMC?

o que é IMC

Para explicar o que é o IMC você deve saber que no que diz respeito a sua saúde, existe uma faixa de peso ideal para cada faixa altura de uma pessoa. O IMC nada mais é que a representação numérica para descobrir se sua faixa de peso está dentro do ideal para a sua altura.

IMC é a sigla para Índice de Massa Corporal, e é uma das medidas mais importantes para saber se a pessoa está saudável, dentro de seu peso ideal, ou ela precisa emagrecer (ou até mesmo engordar, dependendo da situação).

O cálculo do IMC é importante, pois é de extrema importância para se levar uma vida mais saudável que a pessoa esteja dentro de sua faixa de peso ideal. Estar acima ou abaixo dessa faixa pode ser bastante prejudicial a sua saúde te deixando muito mais propenso a várias doenças, como doenças cardiorrespiratórias e também doenças vasculares.

Quando você está abaixo de sua faixa de peso ideal o seu corpo pode desenvolver diversas doenças e condições não saudáveis que atingem as pessoas com IMC mais baixo.

Entre os males que atingem as pessoas com o IMC baixo estão:

  • Fadiga
  • Ansiedade
  • Stress
  • Queda de Cabelo
  • Infertilidade
  • Desnutrição

No caso específico das mulheres, quando se está com o IMC muito abaixo do ideal, pode ocorrer também a ausência da menstruação.

Já entre os males e as doenças que atingem as pessoas que estão acima do peso e tem o IMC alto podemos citar:

  • Fadiga
  • Varizes
  • Má circulação
  • Diabetes
  • Angina
  • Infarto
  • Aterosclerose
  • Apneia do sono
  • Falta de ar
  • Refluxo
  • Dificuldade para se mover
  • Escaras
  • Diabetes
  • Infarto
  • AVC

Por conta disso é bastante comum que profissionais da área da saúde, sejam eles médicos, nutricionistas, enfermeiros, entre outros, levem em consideração o cálculo do IMC do paciente para ter uma ideia de quais são as doenças que ele pode vir a ter e saber se ela está em seu peso ideal, se está saudável, se precisa emagrecer ou engordar.

Como calcular o IMC?

Como calcular o IMC?

O cálculo do IMC é usado para ajudar médicos, outros profissionais da área da saúde, e até mesmo a profissionais da área esportiva (como professores de academias e mesmo os próprios atletas) a saberem quais podem ser as possíveis doenças que a pessoa pode ter, e também conhecer um pouco melhor os limites do corpo dessa pessoa.

Para fazer esse cálculo é usada uma fórmula simples que pode ser usada por qualquer um, até mesmo você pode fazer esse cálculo em uma calculadora comum. Basta saber a altura e o peso da pessoa da qual se quer calcular o IMC e usá-los na seguinte fórmula:

IMC = Peso/(Altura)² ou IMC = Peso / (Altura x Altura)

Isso quer dizer que o Índice de Massa Corporal é igual ao Peso da pessoa dividido pelo valor da multiplicação da Altura da pessoa pela Altura novamente.

Apesar de ser fácil de calcular o IMC de uma pessoa, o trabalho pode ser ainda mais prático usando calculadoras online específicas para essa função. Nessas calculadoras online, basta você digitar os seus dados de peso e a sua altura que a própria calculadora já te dá o resultado do seu Índice de Massa Corporal e, muitas vezes, até mesmo já mostram se está acima, ou abaixo, do valor ideal.

Esse cálculo é usado para avaliar se o peso da pessoa é o seu peso ideal, mas além disso ele é usado, junto com outras medidas como o cálculo da relação ‘cintura x quadril’ para saber o risco de doenças como a diabete, infartos, entre outras doenças cardiovasculares.

Como é avaliado o resultado do cálculo do IMC?

Como é avaliado o resultado do cálculo do IMC?

O ideal é que os resultados do cálculo do seu IMC sejam avaliados por profissionais da área da saúde, assim esses podem te dar mais informações sobre quais ações tomar no caso de anormalidades.

Para fazer essa avaliação existe uma tabela básica que é analisada e os resultados são dados quase sempre dessa forma.

  • IMC entre 18,5 e 24,9: A pessoa que tem o IMC calculado nessa entre esses valores é considerada tendo o peso normal para a sua altura.

Essas pessoas têm uma propensão muito menor a apresentar doenças de caráter cardiorrespiratórios e vasculares que as que estão fora dessa faixa de IMC.

Quem está abaixo, ou acima dessas medidas deve buscar ajuda, seja de nutricionistas, médicos, academias, para então conseguir entrar no Índice de Massa Corporal considerado o ideal.

  • Entre 17 e 18,4: É considerado que a pessoa com essa faixa de IMC está abaixo do que é considerado o seu peso ideal para a sua altura.

As pessoas nessa faixa de IMC podem apresentar sintomas como Fadiga, Ansiedade e stress.

  • Entre 16 e 16,9: É considerado que a pessoa com essa faixa de IMC está muito abaixo do que é considerado o peso ideal para a sua altura.

As consequências para as pessoas com esse IMC tão baixo é que elas podem apresentar queda de cabelo, infertilidade e no caso das mulheres até mesmo ausência menstrual. Além dos sintomas apresentados pelas pessoas com o IMC entre 17 e 17,9.

  • Entre 25 e 29,9: É considerado que a pessoa com essa faixa de IMC está acima do que é considerado o peso ideal para a sua altura. Diz-se também que essa pessoa está com sobrepeso.

Essa pessoa tem uma grande propensão a apresentar sintomas de fadiga, varizes e má circulação sanguínea.

  • Entre 30 e 34,9: É considerado que a pessoa nessa faixa de IMC apresenta obesidade em grau 1.

Essas pessoas têm chances de apresentarem, além dos sintomas já falados das pessoas com IMC entre 25 e 29,9, sintomas como diabetes, aterosclerose, infarto e angina.

  • Entre 35 e 40: É considerado que a pessoa nessa faixa de IMC apresenta obesidade em grau 2.

Além dos sintomas já citados das pessoas com sobrepeso e as de obesidade grau 1, as pessoas com obesidade grau 2 podem apresentar apneia do sono e falta de ar constante.

  • IMC acima de 40: É considerado que a pessoa com essa faixa de IMC apresenta obesidade em grau 3.

Esse é o caso mais extremo entre todos os que envolvem estar acima do peso. Nesse caso a pessoa apresenta sintomas como refluxo, escaras, diabetes, dificuldade para se mover, AVC e infarto.

Como regular o seu IMC?

Caso você esteja fora da faixa de IMC considerada a ideal, é muito importante que você trate para entrar nessa faixa e assim ter uma vida mais saudável e uma melhor qualidade de vida.

O indicado para que a pessoa consiga chegar no Índice de Massa Corporal ideal é que ela tenha um bom acompanhamento profissional, seja na área das atividades físicas, com um acompanhamento de exercícios físicos, caminhadas, entre outros exercícios, mas também no acompanhamento da alimentação com um bom nutricionista.

O nutricionista vai te indicar a dieta ideal para atingir o IMC desejado, seja ela para aumentar o seu peso com uma dieta rica em alimentos nutritivos, ou para reduzir o seu peso com uma dieta mais restritiva em calorias e mais regrada. Nesse segundo caso os exercícios também são muito importante para ajudar a queimar gorduras e acelerar o metabolismo.

Quando desconsiderar o cálculo do IMC?

Quando desconsiderar o cálculo do IMC?

Apesar de ser uma das principais medidas usadas por profissionais da área de saúde e de esportes para saber se a pessoa está ou não saudável, além de ser muito usado para montar dietas e montar rotina de exercícios, nem sempre o Índice de Massa Corporal é levado em conta.

Existe alguns casos, estudados e comprovados, onde é mostrado que o IMC não diz muito sobre a pessoa estar, ou não, saudável.

Nesses casos acontece de o IMC calculado ser fora do padrão ideal de IMC e os exames da pessoa mostrarem que ela está com a saúde totalmente em dia. Isso ocorre porque o cálculo do IMC é feito apenas como uma medida padrão e desconsidera várias variáveis individuais das pessoas para as quais é feito esse cálculo, como peso dos músculos e ossos, possíveis perdas musculares e até mesmo condições momentâneas como as mudanças corporais decorrentes da gravidez.

Por conta disso o IMC deve ser desconsiderado em algumas situações, como, por exemplo, para:

  • Crianças: As crianças têm proporções diferentes de pessoas adultas. Muitas vezes ainda não tem suas estruturas ósseas e musculares completas.
  • Idosos: Uma das variáveis que o IMC não leva em conta são as perdas musculares e o enfraquecimento dos ossos que acontecem quanto mais velho você vai ficando.
  • Atletas e pessoas muito musculosas: Outro fator que não é levado em conta no IMC é o peso dos músculos, dessa forma essas pessoas poderiam ser consideradas obesas apenas pelo peso de seus músculos e relação a sua altura.
  • Grávidas: Variáveis como o peso do bebê e o peso de outros fatores exclusivos da gravidez não são levados em conta no cálculo do IMC, assim uma grávida poderia ser considerada obesa erradamente.

Por conta disso o IMC não deve ser a única métrica levada em consideração ao analisar se uma pessoa está, ou não, dentro de seu peso ideal.

Um nutricionista pode fazer todos os exames necessários e analisar cada variável para te dizer se você está em seu peso ideal, ou precisa ganhar, ou perder peso.

Por que o IMC é tão importante?

Por que o IMC é tão importante?

Mesmo com esses casos onde o IMC não representa exatamente se a pessoa está, ou não, em sua faixa de peso ideal, ele ainda é uma métrica muito importante para uma avaliação superficial da saúde de uma pessoa.

O cálculo do IMC ajuda você a permanecer alerta sobre possíveis problemas de saúde que podem ser causados pelo seu peso, assim você consegue se manter sempre saudável.

Estar dentro do seu peso ideal, na maioria das vezes, está relacionado a estar com mais saúde.

O acúmulo de pequenas quantidades de gordura é ideal para suprir possíveis emergências, como uma doença, onde a pessoa não possa se alimentar bem e o corpo ter uma fonte de energia extra para queimar. Mas quando esse acúmulo é exagerado, principalmente no fígado, artérias e na cintura podem aumentar o risco de doenças cardíacas.

Por esses motivos é muito importante que você esteja dentro do seu peso ideal, estando assim mais saudável, com menos chances de ter doenças cardiorrespiratórias e vasculares, além de ter uma vida muito mais tranquila e com mais qualidade. E o IMC vai ser muito importante para te ajudar a saber se você está, ou não no seu peso ideal.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre IMC e sobre o seu peso ideal, deixe o seu comentário abaixo que nós logo o responderemos.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

Comments

comments

sibutramina, tudo sobre o medicamento

Sibutramina

Crossfit - Saiba tudo sobre

Crossfit – Saiba tudo sobre esse esporte